Direito da Regulação: TV por assinatura: Crescimento

Fonte: ANMP | Data: 17 de september, 2010


Com 173.727 novos assinantes, o Brasil chegou a julho de 2010 com 8.600.189 domicílios com TV por Assinatura. O crescimento observado representa uma evolução de 2,1% em relação à base de assinantes do mês anterior. No ano, o setor acumulou um crescimento de 15,1%. Considerando-se o número médio de pessoas por domicílio divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)*, os serviços de TV por Assinatura são distribuídos, atualmente, para mais de 28,4 milhões de brasileiros.


Os serviços de TV por Assinatura são prestados por sinais codificados por meio de diferentes tecnologias: meios físicos (TV a Cabo - TVC), microondas (Distribuição de Sinais Multiponto Multicanais - MMDS) e satélite (Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura via Satélite - DTH).


Em julho de 2010, o DTH cresceu 3,8% ante uma evolução de 4,8% em junho. O número de assinantes que recebe os serviços via TV a Cabo cresceu 0,9% em julho, ficando abaixo da média do setor (2,1%). As prestadoras de MMDS, por sua vez, perderam 0,7% de sua base de assinantes no mesmo período.


Como consequência da expansão dos serviços de DTH nos últimos meses, a participação da TV por Assinatura via satélite cresceu em relação aos serviços prestados via TV a Cabo e MMDS. Em janeiro deste ano, os serviços de DTH representavam 37,4% e os serviços prestados via TV a Cabo eram 57,9% dos serviços de TV por Assinatura. Ao fim de julho de 2010, a participação dos serviços via satélite atingiu 42,2% da base e os a cabo passaram a atender 53,9% dos assinantes



Fonte:Anatel