Despedida de Mandela: Veja reações de lideranças internacionais

Fonte: DN | Data: 06 de december, 2013

Os líderes mundiais destacam a coragem, determinação e sabedoria de Nelson Mandela, que morreu aos 95 anos. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, fala de "uma fonte de inspiração" para o mundo. Leia as declarações dos líderes mundiais.

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

"Muitos no mundo inteiro foram influenciados pela sua luta altruísta pela dignidade, igualdade e liberdade humana. Ele tocou as nossas vidas de uma forma muito pessoal."

Presidente dos EUA, Barack Obama

"Não consigo imaginar a minha própria vida sem o exemplo que Nelson Mandela deu, Nelson Mandela viveu por esse ideal, e tornou-o real (...) Ele alcançou mais do que poderia ser esperado de qualquer homem. E hoje ele foi para casa. Já não nos pertence. Pertence às eras".

Chanceler alemã, Angela Merkel

"Os muitos anos que passou na prisão não dobraram Nelson Mandela. Da sua mensagem pela reconciliação surgiu uma África do Sul nova e melhor (...) O exemplo de Nelson Mandela e o seu legado político a favor da liberdade e da não-violência, assim como o seu repúdio por qualquer tipo de racismo ficarão como uma inspiração para o mundo inteiro e por muito tempo."

Presidente francês, François Hollande

Nelson Mandela foi "a incarnação da nação sul-africana, o cimento da sua unidade e o orgulho de toda a África".

Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso

"Mandela mudou o curso da história para a sua população, para o seu país, para o seu continente, para o Mundo. Os meus pensamentos estão com a sua família e com a sua população da África do Sul."

Presidente do Brasil, Dilma Rousseff

"Personalidade maior do século XX, Mandela conduziu com paixão e inteligência um dos mais importantes processos de emancipação do ser humano da história contemporânea -- o fim do apartheid na África do Sul."

Presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan

"Mandela será sempre lembrado e homenageado por toda a humanidade, como um dos seus maiores libertadores, um líder sábio, corajoso e um ícone da verdadeira democracia".

Primeiro-ministro britânico, David Cameron

"Apagou-se uma grande luz no mundo"

Primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy

"Nelson Mandela: figura chave da história recente; exemplo de luta pela igualdade. No coração de todos. Até sempre, Madiba".

Presidente da Autoridade palestiniana, Mahmud Abbas

"É uma grande perda para todos os povos do mundo e para a Palestina (...) Mandela era o mais corajoso e o mais importante dos homens que nos apoiou"

Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca

"Esta é uma faceta muito importante de Mandela, que é a de quem lutou denodadamente, com dedicação, com firmeza por ideias nobres, pela justiça, pela liberdade, pelos direitos de todos, que sofreu prisão em defesa desses interesses muito nobres, mas que quando alcança o poder se mostra magnânimo mesmo para os seus opressores por força de um percurso atravessado por amor à liberdade pelo sentido de humanismo extremamente forte."

Ex-presidente da África do Sul, Thabo Mbeki

"A sua morte marca o final de uma era histórica representada pelas façanhas da sua geração. O seu falecimento representa um momento muito triste de luto para a sua família. Mas também representa uma perda pessoal para nós, porque durante muitas décadas foi o nosso guia e o dos nossos pais."

Frederik de Klerk, ex-presidente sul-africano e Nobel da Paz com Mandela

"É um momento muito triste para toda a África do Sul e para milhões de pessoas em todo o mundo."

Ex-presidente de Cabo Verde, Pedro Pires

Nelson Mandela era "um grande homem de Estado, uma pessoa muito lúcida, com uma visão muito clara do que queria para a nova África do Sul: uma África do Sul não racial, uma democracia progressista, onde todos pudessem viver em paz e em igualdade".

Lech Walesa, prémio Nobel da Paz e chefe histórico do Solidariedade

"Um grande homem morreu. Com o pastor Martin Luther King e o arcebispo Desmond Tutu, ele era um grande símbolo da luta contra o apartheid e o racismo, pela igualdade. Assim ficará na memória do mundo e na minha."

Chefe da diplomacia europeia, Catherine Ashton

"Nelson Mandela, mais do que ninguém, inspirou a minha geração e o nosso mundo. Hoje choramos a sua morte, mas também celebramos a sua vida."

Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim

"O mundo perdeu um homem que ofereceu um arco-íris de possibilidades a um país segregado entre negros e brancos. Mas os seus presentes para a humanidade continuam connosco."

Diretora do FMI, Christine Lagarde

"Mandela foi um líder corajoso e visionário que habilitou o seu país a confrontar o seu passado e inspirou o seu povo a resolver um extraordinário conjunto de desafios".