Sustentabilidade na Administração Pública: TRF4 recebe selo

Fonte: TRF4 | Data: 25 de september, 2015

Fonte: TRF4
Um Tribunal que usa somente processos eletrônicos dispensando o papel, recicla seu lixo, promove licitações sustentáveis, utiliza lâmpadas com menor gasto de energia, realiza uma gestão responsável da água e oferece alimentos orgânicos no seu restaurante.
Por essas e outras iniciativas, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) recebeu do Ministério do Meio Ambiente (MMA) o Selo A3P de Sustentabilidade na Administração Pública. A ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira conferiu o selo ao TRF4 em reconhecimento ao cumprimento da entrega do Relatório Anual de Implementação da Agenda Ambiental na Administração Pública, conforme previsto no Termo de Adesão ao programa.
O tribunal começou a gestão ambiental em 2000, sendo que a primeira ação foi a separação de resíduos. De lá para cá, a evolução foi grande. Uma das mais importantes iniciativas de responsabilidade ambiental foi o gerenciamento do uso do papel. Hoje o TRF4 é considerado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) como o tribunal mais virtual do país, com os processos judiciais e administrativos tramitando eletronicamente, com papel zero.
Ações como a descontaminação das lâmpadas fluorescentes existentes e a troca constante dessas por LED para otimizar os gastos com energia, o encaminhamento dos resíduos para galpões de reciclagem cadastrados, o uso de hidras e torneiras inteligentes para poupar água nos banheiros e licitações públicas que priorizam projetos, materiais e produtos sustentáveis são práticas já incorporadas à gestão. Desde 2012 o TRF4 possui um Setor Socioambiental. As políticas ambientais são realizadas no tribunal e nas Seções Judiciárias do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná.
O Selo de Sustentabilidade na Administração Pública tem por objetivo conferir o reconhecimento e a divulgação de práticas de gestão baseadas em conceitos de sustentabilidade, implantadas pela Administração Pública.