Sustentabilidade: Agenda 2030: Indicadores: Conheça plataforma

Fonte: IPEA | Data: 02 de june, 2018

Fonte: Ipea

Em conjunto com o IBGE, Ipea realiza a readequação das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) à realidade brasileira.   Com o primeiro conjunto de indicadores globais do Brasil para o acompanhamento desses Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o IBGE lançou  a plataforma https://ods.ibge.gov.br.


Por meio do site, será possível realizar o acompanhamento dos indicadores da Agenda 2030: estão sendo disponibilizadas notícias, fichas metodológicas, tabelas, gráficos e mapas.O Ipea e o IBGE prestam assessoramento permanente à Comissão Nacional para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O Ipea vem realizando diversas reuniões e oficinas com o objetivo de readequar as metas globais de desenvolvimento sustentável à realidade do Brasil.


Segundo o presidente do IBGE, Roberto Olinto, que esteve na mesa de lançamento, o trabalho do Ipea e do IBGE é, com essa readequação, apresentar uma proposta à sociedade. "Para isso, será usada a plataforma, em que constarão dados e processos de comunicação", explicou. Após o trabalho técnico realizado pelas duas instituições, o próximo passo será a consulta à sociedade civil.

"(vamos) Aproveitar a chance que a Agenda 2030 está nos dando, que é de produzir informações de forma organizada e sistematizada para auxiliar a tomada de decisão sobre políticas públicas", enfatizou.

A diretora-adjunta de Estudos e Políticas Sociais do Ipea, Enid Rocha, representante do Ipea na Comissão dos ODS, explicou que a nova agenda para o desenvolvimento sustentável é muito ambiciosa e requer uma revisão profunda dos modelos atuais de desenvolvimento para ter sucesso na erradicação da pobreza e na promoção da prosperidade compartilhada.

Enid garante que o Instituto está preparado para cumprir com essa atribuição. "A instituição conta com pesquisadores que estudam as temáticas de todos os ODS e dialogam fortemente com as quatro dimensões do desenvolvimento sustentável: social, econômica, ambiental e institucional. Acho que não temos no Brasil outra instituição com essa capacidade."

Também participaram da mesa de lançamento do evento o presidente da Enap, Francisco Gaetani, o Subsecretário-geral de Meio Ambiente, Energia, Ciência e Tecnologia do Itamaraty, embaixador José Antonio Marcondes Carvalho, o secretário nacional de Articulação Social, Henrique Villa da Costa Ferreira, e a diretora de Planejamento, Avaliação e Assuntos Sociais do Ministério do Planejamento, Priscilla Rosa Pimentel Sganzerla.