Licitação: Digitalização de processos

Fonte: TJRS | Data: 03 de july, 2020

Fonte: TJRS

Com o objetivo de realizar a digitalização do acervo de processos físicos em larga escala, foi lançada licitação pelo Tribunal de Justiça (TJ). A projeção é de que sejam virtualizados mais de 2 milhões de processos no prazo de 18 meses.

Esta é mais uma iniciativa do plano de combate a COVID-19 e visa a alavancar a produtividade judicial em todo Estado, iniciando-se pelos processos da área cível e depois a área criminal, priorizando as comarcas onde há o maior acervo de processos físicos. A previsão é de que o contrato seja assinado durante o mês de agosto e os trabalhos possam começar no mês de setembro.

O contrato ainda vai permitir a digitalização de processos de 2º grau, bem como processos administrativos. A data de pregão eletrônico foi marcada para o dia 23/06/2020 às 09h30min, através do site de pregão online do Banrisul - onde podem ser obtidas maiores informações, por meio do link: https://www.pregaoonlinebanrisul.com.br.

Segundo o Diretor da Diretoria de Logística, Clayton Rebello da Silva, “o projeto da licitação foi realizado pelo Departamento de Compras em conjunto com a Direção de Informática (DITIC), Direção Judiciária (DIJUD) e a Corregedoria-Geral da Justiça, cumprido o cronograma planejado, sendo que diversas empresas já demonstraram interesse em participar”.

Comenta o Diretor da DITIC, Antonio Braz da Silva Neto, responsável pelo projeto de digitalização, que “a iniciativa é complementar e interdependente com a implantação do eproc, precisando caminhar junto, especialmente com a implantação do eproc na matéria criminal, que permitirá também a digitalização dos processos desta matéria”.

Está prevista ainda a implantação da Central de Digitalização no prédio do TJRS, que será a unidade responsável pela indexação e implantação dos processos digitalizados no eproc, através de uma ferramenta de software que fará a orquestração do processo de trabalho.

Esse projeto será integrado ao planejamento estratégico 2021-2025 do TJRS, que está em fase de elaboração, em conjunto com a implantação do eproc para a área criminal.